Página Inicial / Animações DC / Crítica|Liga da Justiça – O trono de Atlantis

Crítica|Liga da Justiça – O trono de Atlantis

O trono de Atlântida e as animações da DC.

Enquanto a DC está correndo atrás para tentar alcançar a Marvel nas produções para o cinema, existe uma categoria em que ela continua líder absoluta: as animações.

Diferente de outros desenhos (ocidentais), a DC continua adaptando suas melhores histórias dos personagens das histórias em quadrinhos, mas sem deixar de lado o tom adulto e a qualidade do enredo e da animação.

justice-league-throne-of-atlantis_t103281_8_jpg_640x480_upscale_q90

Quem nunca leu Batman – O Cavaleiro das Trevas e A morte do Super-Homem, por exemplo – sagas icônicas dos principais personagens da DC – tem a possibilidade de assistir uma adaptação destas histórias e assim conhecer melhor o homem de aço e o homem morcego. Mas o legal é que os nerds mais “harcores”, que já leram estas mesmas sagas, conseguem assistir as animações sem torcer o nariz.

Para ter uma noção da força destas animações, uma delas (Batman – A séria animada) introduziu a personagem Arlequina, que mais tarde foi transportada para as HQ’s devido ao imenso sucesso que atingiu com o público.

Dentre estas animações lançadas, algumas são obras-primas que trazem personagens pouco conhecidos para os leitores casuais das HQs, como o Capuz Vermelho, o Esquadrão Suicida, Sinestro e muitos outros. Algumas animações possuem sutis ligações entre si, e por isso as histórias de alguns personagens fazem sentido caso sejam assistidas de forma linear.

Revelado_visual_de_Aquaman_em_Liga_da_Justi_a_Trono_de_Atlantis

A última animação lançada foi Liga da Justiça – O trono de Atlântida (2014), onde a origem do Aquaman é reformulada e é apresentada a descoberta de seus poderes como herdeiro do reino marinho. Aquaman sempre foi um personagem meio injustiçado desde os Super-Amigos (animação da década de 80), e raras às vezes teve histórias que fizessem jus a sua importância (talvez a saga mais importante nos quadrinhos foi Time And Tide, quando sua aparência foi totalmente modificada ganhando inclusive um arpão no lugar da mão esquerda). Mas a animação o personagem parece ganhar um novo fôlego, dando um aspecto mais badass para Arthur e o introduzindo na equipe dos seres mais poderosos do universo. O arco da história é uma adaptação fiel da HQ publicada recentemente em Os Novos 52, o que também parece ser uma tentativa de agradar tanto os fãs dos quadrinhos como aqueles que não estão tenho o primeiro contato com o personagem. São apresentados também apresenta Garth (aqualad/tempest), Mera (esposa de Arthur) e o vilão Manta Negra, bem conhecidos nas HQ’s.

Acredito que essa animação, assim como Batman – O Cavaleiro das Trevas, já esquenta os motores inclusive para o filme Batman vs Superman, onde já está prometida a aparição do Aquaman (interpretado por Jason Momoa).

Sobre Michel Furquim

Psicólogo, pós-graduando em Sexualidade Humana.
Curioso e pesquisador nas áreas de sexualidade e relacionamentos. Aficionado pelo universo nerd, em especial HQs e Mangás.

Veja Também

Especial|Todos os easter eggs da Primeira Temporada de Justiceiro

 1.01 – 3 A.M. – A gangue de motociclistas Dogs of Hell, teve sua primeira …