Página Inicial / Curiosidades / Em entrevista Bianca del Rio fala sobre seu trabalho e preferências

Em entrevista Bianca del Rio fala sobre seu trabalho e preferências

Saiba tudo o que você já quis perguntar para Bianca del Rio, mas nunca teve a chance.

Em entrevista concedida ao site Queerty, Bianca del Rio falou sobre sua comédia, a cidade que ela escolheu para viver e um pouco das suas preferências mundanas.

Queerty: De onde você é?

Bianca Del Rio: New Orleans, Louisiana.

E qual lugar você chama de casa?

New York City. Estou aqui já faz dez anos— E eu acho que é a regra, você é oficialmente um Nova Yorkino após dez anos.

Você e New Orleans ainda se dão bem?

New York é a minha casa, New Orleans é o meu amor. Eu tive ótimos trinta anos em New Orleans, e é ótimo voltar para lá.

New Orleans é uma ótima cidade para esquisitos, no bom sentido. Ela teve efeito em você?

Bom, eu comecei no teatro, fazendo fantasias e maquiagem, então meio que evoluiu em me tornar uma drag queen. Então com cada passo, era tipo um “Oh, wow!”

Charles Pierce

Teve um momento específico que cai a ficha para você?

Bom, eu me lembro de um amigo meu — Eu já estava meio que sendo “eu mesmo” no backstage, fazendo piadas e sendo um pouco esquisito — e essa queen mais velha me deu uma cópia em VHS de Charles Pierce, que é essa drag queen genial de muitos e muitos anos atrás. Ele era melhor amigo de Bea Arthur e ele era um revolucionário da gongação. E eu me lembro assistindo esse vídeo e dizendo para mim mesmo “Meu Deus é isso o que eu quero fazer.”

Eu ainda tenho a fita VHS, só para o caso dele retornar.

Quantos anos você tinha na época?

Pelo menos uns 17 ou 18, eu não comecei a fazer drag até meus 20 anos, mas quando eu percebi que  “Você consegue ganhar dinheiro fazendo isso? E usar paetês? E ser maldoso com as pessoas?!”

Acelerando. O que você tem feito ultimamente?

Nós estivemos em Paris e Dinamarca, Londres, Amsterdã. Foi insano.

Algum lugar estrangeiro favorito?

Meus favoritos até agora foram Amsterdã, Paris e Austrália. Claro, os gays refinados. Eles foram incríveis. O povo e a cultura — é uma loucura. Ainda é difícil para mim me conformar sobre. É o poder da televisão.

Então Drag Race também é popular lá?

É insano, sim. E eles baixam ilegalmente, o que é mais louco ainda. Eles são super fãs. É uma loucura.

Você é reconhecido fora de drag quando está visitando?

Nunca tinha acontecido até recentemente, graças a Drag Race, é claro. Oitenta porcento do show você está desmontado. Então sim, acontece quando eles te seguem e vão te esperar na saída do hotel, para então te perseguir na rua.

Então você é a quinta drag Beatle.

Bom, não vamos tão longe assim, mas é bem incrível.

11-rupauls-drag-race-bianca-del-rio-snatch-game-6-5Qual foi o presente mais estranho que você ganhou de um fã?

Eu recebi mortadela, o que é bem estranho, porque no snatch game eu disse mortadela enquanto representava a Juíza Judy. O que é meio estranho, porque as pessoas geralmente trazem flores e notas de amor para a Courtney Act flowers e eu ganho…mortadela.

Você come?

Eu nem como carne, então é mais estranho ainda. Teve essa mulher, enfermeira, que me mandou uma cesta que incluía um cateter. O que eu vou fazer com isso?

Sem nenhum explicação?

Bom, tudo tinha um pequeno post-it explicando porque me ajudaria a manter minha saúde enquanto eu estivesse viajando. Tinha um vaporizador para a minha voz, e algumas meias compressoras. Mas foi um presente bem estranho — Eu não gosto de coisas pervertidas neste estilo.

O que você fez com eles?

Bom, depois de tirar umas fotos com eles, já que ninguém acreditaria, eu joguei no lixo.

Como é fazer shows agora que todo mundo sabe quem é você? 

Agora é bem melhor, porque eu tenho uma audiência mais inteligente, eles se sentam lá e realmente escutam o que eu tenho para dizer, ao contrário de umas queens bebadas em um bar, e eu não esperava esse nível. Tem sido surreal.

Ketamine (anestésico) não é o melhor conduíte para manter uma audiência cativa?

Yeah, e é difícil quando eu estou viajando e as vezes penso “Eles estão rindo porque eu estive na televisão, ou por eu ter sido engraçado?” Nós vivemos em um mundo em que graças a fama instantânea, todos estão prestando atenção em você, mas você se questiona “Esse material é mesmo bom?”

E você estará apresentando um novo material no teatro Castro, em São Francisco?

Sim, eu vou! Sasha Soprano está produzindo o especial cômico com um monte de nós, será uma noite bem divertida  — Eu fiz ano passado e foi ótimo. Eu, Willam, Jackie Beat, é ótimo. Se você odeia um de nós, você vai gostar dos outros. Será um novo material, porque quando você tem um lineup com todas essas putas velhas, é o material mais fácil de se fazer. O tour geriátrico de cocoon.

Screen Shot 2015-04-30 at 11.57.28 AMCom que mais você está trabalhando? Alguma novidade sobre o seu projeto ,Hurricane Bianca?

Sim! No final de julho nós finalmente conseguiremos filmar e será em New York e New Orleans.

OK, agora para algumas coisas importantes. Ouro ou prata?

Prefiro ouro.

Boa escolha, clássica. Amy ou Adele?

Ooh, eu gosto das duas, mas estou muito ansioso para ouvir o que a Adele irá trazer de novo. Quer dizer, a Amy está morta agora. Essa é a parte boa sobre a Adele.

Verdade. Spandex ou couro?

Oh,nenhum deles cai bem em uma drag queen. Spandex gruda em todos os locais errados, mas o couro pode ficar similar a nossos rostos, então eu acho que vou com o spandex.

Beber durante, ou depois do show?

Durante, claro! Se eu estou fazendo um show sozinho, eu bebo vinho, porque quando você está performando por uma hora e meia, é bom manter a postura. Um chardonnay — algo elegante e dona de casa. E se eu estiver em um evento em um bar, claro que eu prefiro vodka e suco de grapefruit, que é meu drink de garota gorda.

Placar perfeito, quatro de quatro. Obrigado pela conversa!

Obrigado!

Via @Queerty

Sobre Diego Antunes

Fundador do site, também colabora com postagens para o Série Maníacos com reviews de séries. Nutre um amor incondicional pela Marvel e é leitor ferrenho dos quadrinhos da casa das idéias desde os 12 anos de idade.

Veja Também

[Curiosidades] Digivice para o mundo real

A toda poderosa Bandai, fabricante responsável pelos brinquedos das principais produções orientais, anunciou no final …