Página Inicial / Animações DC / Crítica|Batman: Bad Blood

Crítica|Batman: Bad Blood

DC Comics continua sua expansão do universo além das HQs.

Continuação das animações O Filho do Batman e Batman Vs Robin, Batman: Bad Blood é o mais novo lançamento da Warner Bros. Animation. Como já era de se esperar, a animação é muito bem feita e imprópria para menores de 13 anos (nos EUA).

A trama insere no universo das animações personagens já conhecidos dos fãs dos quadrinhos, em especial Batwoman.

Na história, um novo vilão usando uma máscara do morcego aparece em Gotham e derrota Batman. Sem Bruce Wayne, Dick Grayson (Asa Noturna) assume o manto do morcego, para manter a ordem na cidade. Dick conta com a ajuda do irritante Robin (Damian Wayne), da BatWoman (Kate Kane) e do BatWing (Luke Fox). O Esquadrão Morcego precisa encontrar Batman, derrotar o vilão misterioso, ao mesmo tempo que precisam lidar com a ausência do magnata Bruce Wayne.

BadBlood2

Legal ver estes personagens das HQs serem introduzidos nas animações, colocando-os como personagens importantes na trama e não como simples coadjuvantes. Todos em algum momento entram na briga, sobrando até para o Alfred.

Algo que me preocupou desde as primeiras notícias de que a BatWoman apareceria nesta nova animação, era de que não comentassem (ou retirassem) sua homossexualidade. Mas fiquem tranquilos, pois Kate está retratada fielmente. A DC fez um ótimo serviço retratando a BatWoman como lésbica naturalmente, sem grandes dramas ou suspense.

BatWoman

Luke Fox, que não fez muito sucesso nas HQs dos Novos 52, também aparece e mesmo não sendo um personagem muito cativante é o primeiro passo para a visibilidade dos personagens negros nas animações da DC.

BatWing

Muito bom ver a luta de Grayson para se desvencilhar da imagem do Batman, ao mesmo tempo que é o herdeiro natural do manto do morcego, caso algo acontece com Bruce Wayne. A ausência de Bruce é uma das coisas mais legais, pois podemos ter uma ideia de como o Esquadrão Morcego se vira quando “papai” não está em casa.

A animação ainda não tem data de lançamento no Brasil e tenho um pouco de receio de como ficarão as adaptações para o português da BatWoman (BatMulher e Mulher Morcego soam feio pra caramba), BatWing (Asa de Morcego?) e até do título (Sangue Ruim? Sangue do Mal?). Mas se tem uma coisa que no Brasil é algo admirável (apesar de muitos não valorizarem) é a dublagem, então acredito que não haverá grandes problemas.

Nos EUA, na compra da edição especial do BluRay de Bad Blood você ganha uma action figure edição de colecionar, do Asa Noturna. Uma dica pra quem é ryca e não liga para o atual preço do dólar.

BadBlood3

A animação não é a melhor do universo DC, mas vale a pena conferir, especialmente para os menos familiarizados com os quadrinhos do Batman. Espero ver mais a dona da porra toda, BatWoman, nas próximas animações, e quem sabe uma solo da lésbica mais adorada das HQs?

 

DC Comics continua sua expansão do universo além das HQs. Continuação das animações O Filho do Batman e Batman Vs Robin, Batman: Bad Blood é o mais novo lançamento da Warner Bros. Animation. Como já era de se esperar, a animação é muito bem feita e imprópria para menores de 13 anos (nos EUA). A trama insere no universo das animações personagens já conhecidos dos fãs dos quadrinhos, em especial Batwoman. Na história, um novo vilão usando uma máscara do morcego aparece em Gotham e derrota Batman. Sem Bruce Wayne, Dick Grayson (Asa Noturna) assume o manto do morcego, para…

Batman: Bad Blood

Filme

Nota

A animação não é a melhor do universo DC, mas vale a pena conferir, especialmente para os menos familiarizados com os quadrinhos do Batman.

User Rating: 5 ( 1 votes)

Sobre Michel Furquim

Psicólogo, pós-graduando em Sexualidade Humana. Curioso e pesquisador nas áreas de sexualidade e relacionamentos. Aficionado pelo universo nerd, em especial HQs e Mangás.

Veja Também

Crítica|Runaways #1 (2017)

Quase dez anos depois os Fugitivos voltam para as páginas da Marvel em um título …

  • She-Ra Destruidora

    Contanto que não chamem a BatWoman de “Bat-Moça”, está tudo bem para mim. Mas não vão mudar não, nos quadrinhos da Panini o nome é mesmo BatWoman e se Batman não foi traduzido, então… Doooida para ver essa nova animação.

    • Michel Furquim

      Tomara que não mudem mesmo, She-Ra. Senão cabeças vão rolar! Rsrs

  • Caique Cauã

    Gente provavelmente não vão alterar o nome já que a maioria dos personagens de Batman inclusive o próprio tem os nomes igual o original. Além do mas já foi a época da traduções da sessão da tarde, atualmente eles tendem a manter nomes igual a língua original.

  • Gabriel D Martins

    As animações da DC andam muito boas. Vi Assalto ao Arkham e achei muito boa a dinâmica do Esquadrão Suicida. Espero que o filme tenha se inspirado nele.

    • Michel Furquim

      Também acho que a história vai ser inspirada nesta animação Gabriel. Apesar da dinâmica e da qualidade da animação, acho que colocar Tubarão Rei e Nevasca é meio covardia neste time, mas no filme isso não será um grande problema. Minha dúvida é quem será o traidor no longa das telonas. 😉