Página Inicial / Indicação Nerd / Indicação Nerd|HQ – Crepúsculo Esmeralda

Indicação Nerd|HQ – Crepúsculo Esmeralda

A queda sensacional de um dos principais heróis das HQs.

Já falamos AQUI sobre as principais sagas da DC Comics, mas algumas merecem uma indicação um pouco mais detalhada. É o caso de Lanterna Verde – Crepúsculo Esmeralda.

O início da década de 90 era bem diferente dos dias atuais. Os quadrinhos não eram assim tão populares, não havia filmes e séries de super-heróis e ninguém queria ser chamado de nerd. As editoras acompanhavam as amargas vendas de HQs, que levou algumas à beira da falência.

Para reverter esta situação e atrair o público, a mesma estratégia de sempre: polêmicas! Superman morreu (mas depois voltou), Peter Parker na verdade era um clone (mas depois descobrimos que o clone do Peter Parker era na verdade o Peter Parker), Batman fica paraplégico (mas depois “alcança a cura”), Mulher Maravilha perdeu seus poderes, Wolverine fica sem o Adamantium (mas depois pega de volta), enfim… tiro, porrada e bomba pra todo lado. Mas dentre todas estas confusões uma história se sobressaiu, a queda de um dos maiores heróis da DC, Hal Jordan.

Apesar de ser o segundo Lanterna Verde (o primeiro é Alan Scott, lembram?), Hal Jordan é sem dúvida o mais popular da tropa esmeralda e é um dos heróis mais poderosos do universo da DC. Por este motivo, a história de ver Jordan se tornar um dos maiores vilões do universo é tão fantástica.

Mas vamos situar a trama. Durante o retorno de Superman (após sua morte nas mãos de Apocalipse), Superciborgue e Mongul destroem Coast City, lar de Hal Jordan. Cada escola, hospital e casa da cidade são varridos da face da Terra e juntos seus habitantes. Milhares de vidas são ceifadas, inclusive a do pai de Hal. Isso faz com que o Lanterna Verde caia em uma profunda depressão e se sinta totalmente impotente. Se você possui um anel capaz de transformar em realidade qualquer coisa que você possa imaginar, o que faria nesta situação?

Crepusculo2

Hal Jordan utiliza o anel para trazer de volta Coast City e as pessoas que morreram naquele dia. Porém nenhum Lanterna Verde tem autorização para utilizar o anel em benefício próprio. O poder do anel dos Lanternas Verdes vêm da força de vontade e da esperança, porém apenas para ajudar os outros e para cumprirem ordens dos Guardiões (aqueles baixinhos azulzinhos, parecidos com os Smurfs, mas bem mais chatos).

Por este motivo, os Guardiões retiram o título de Lanterna Verde de Hal, fazendo com que ele surte totalmente. Hal se sente traído por ter servido há tanto tempo os Guardiões e estes darem as costas no momento em que ele mais precisava. Hal Jordan parte em direção a OA, em busca de vingança (planeta sede dos Guardiões e dos Lanternas Verdes) e mata cada Lanterna Verde que cruza seu caminho (incluindo Sinestro e Kilowog) e se apodera de seus anéis.

É um verdadeiro massacre, afinal Hal é o Lanterna Verde mais poderoso do universo e sua força de vontade se volta totalmente para a busca de poder a fim de reconstruir sua cidade. Hal mata todos os Guardiões e absorve o poder da bateria central de OA e se intitula Parallax. Parallax agora possui poder ilimitado e decide transformar o universo em um lugar melhor (no seu ponto de vista) e para isso decide refazê-lo.

O roteirista Ron Marz conseguiu mostrar de forma verdadeira a dificuldade em lidar com a perda de Hal. Apesar deste arco ser considerado a história em que Hal Jordan enlouqueceu, na verdade nada mais é do que uma reação humana e por isso torna a história tão especial. Mostrar que os heróis também caem e que algumas coisas eles também não são capazes de suportar. Hal diversas vezes se mostra arrependido de ter matado seus colegas, mas tem a consciência de que não há mais volta em suas escolhas.

Crepusculo3

A história fazia parte de uma saga muito maior, programada pela DC, chamada Zero Hora. Nas histórias após Zero Hora, os roteiristas cometeram um dos maiores erros dos quadrinhos tentando redimir as ações de Hal Jordan, justificando que este estava possuído por um parasita cósmico chamado Parallax e trazendo vários dos assassinados no Crepúsculo de volta a vida.

Mesmo assim, as consequências de Crepúsculo Esmeralda se perpetuariam até hoje, com Hal Jordan sempre sendo visto com desconfiança pelos seus companheiros anos depois. Além disso, graças a Crepúsculo Esmeralda conhecemos Kyle Rayner (que seria o último e mais poderoso Lanterna Verde durante muito tempo), o rancor de Sinestro pela tropa esmeralda se torna muito mais justificável (a ponto deste criar os anéis amarelos) e além de alterar a cronologia em vários pontos do universo DC.

Crepusculo4

Crepúsculo Esmeralda foi publicado no Brasil inicialmente pela Abril Jovem nas revistas do Lanterna Verde e posteriormente em uma edição especial da mesma editora em 1995 (em formatinho). A Panini relançou a história em 2009, em brochura, incluindo também o arco Novo Amanhecer. A história já está na lista da coleção da Eaglemoss, que será lançada como encadernado em breve (sem data prevista).

A queda sensacional de um dos principais heróis das HQs. Já falamos AQUI sobre as principais sagas da DC Comics, mas algumas merecem uma indicação um pouco mais detalhada. É o caso de Lanterna Verde – Crepúsculo Esmeralda. O início da década de 90 era bem diferente dos dias atuais. Os quadrinhos não eram assim tão populares, não havia filmes e séries de super-heróis e ninguém queria ser chamado de nerd. As editoras acompanhavam as amargas vendas de HQs, que levou algumas à beira da falência. Para reverter esta situação e atrair o público, a mesma estratégia de sempre: polêmicas!…

Lanterna Verde

Crepúsculo Esmeralda

Nota

O roteirista Ron Marz conseguiu mostrar de forma verdadeira a dificuldade em lidar com a perda de Hal. Apesar deste arco ser considerado a história em que Hal Jordan enlouqueceu, na verdade nada mais é do que uma reação humana e por isso torna a história tão especial.

User Rating: 3.6 ( 1 votes)

Sobre Michel Furquim

Psicólogo, pós-graduando em Sexualidade Humana.
Curioso e pesquisador nas áreas de sexualidade e relacionamentos. Aficionado pelo universo nerd, em especial HQs e Mangás.

Veja Também

Indicação Nerd | Anime – Orange

Se você pudesse, mudaria seu passado? Anime e Mangá sempre foram vistos por muitos como …

  • Makenzo Kobayashi

    Olá. Parabéns pelo artigo. Foi muito bom. Mas queria fazer alguns apontamentos para uma eventual correção:
    – Durante a destruição de Coast City quem morreu foi um irmão de Hal Jordan e não o pai, este havia morrido num acidente de avião quando Hal ainda era criança;
    – O Crepúsculo Esmeralda na verdade foi publicado diretamente em um especial, de fato lançado em formatinho em 1995, e jamais numa revista do Lanterna Verde, porque ele jamais teve um título mensal pela Abril, as suas histórias eram publicadas (de um maneira irregular – como ela fazia com vários títulos da DC) em outras revistas como: DC 2000; umas duas em Ligas da Justiça e Batman e depois, na fase de Kyle Rainer, em Super-Homem e Melhores do Mundo.
    Bem é isso.
    Mas como disse, o artigo tá muito legal. Abraços e parabéns pelo trabalho e resgate dessas histórias