Página Inicial / Indicação Nerd / Indicação Nerd|HQ – Merry Men

Indicação Nerd|HQ – Merry Men

E se Robin Hood fosse gay?

É exatamente esta a proposta da HQ ‘Merry Men’, da editora ONI. Escrita por Robert Rodi (Astonishing Thor, Codename: Knockout), ilustrada por Jackie Lewis (Play Ball, The Lion of Rora) e colorida por Marissa Louise (Semiautomagic), Merry Men segue o bando de Robin Hood, mas através de uma ótica diferente.

Nesta história o fora da lei do século 13 é o antigo amante do Rei Richard. O pontapé para a criação do grupo de “homens alegres” ocorre após a criminalização da homossexualidade, feita pelo Príncipe John e colocada em prática pelo tirano xerife de Nottingham.

Claro que definitivamente existirão comentários a respeito do respeito a imagem criada para o mais famoso arqueiro do mundo, depois de Legolas e Katiniss Everdeen, mas Rodi (que também é gay) e criador de Merry Men deixou bem claro que:

“O que quer que as pessoas queiram que o Robin Hood seja ele será… Robin Hood não existiu [na vida real]”.

A revista traz uma liberdade sexual muito grande, como por exemplo, a visão de que nem todos os integrantes do bando do Robin Hood são gays, mas sim bissexuais – ou como pontuado pelo Bardo, com vontades mais católicas. A vida deles, porém, muda quando uma jovem transexual aparece pedindo ajuda, já que seu prometido foi sequestrado pelo Xerife, a mando da nova lei do Príncipe.

Não irei revelar pontos da trama para não estragar a surpresa, mas apesar de um pouco morosa, a HQ é sim cheia de potencial e charme. É interessante ter uma tomada histórica que coloca no centro das atenções um dos pontos mais atrativos de um grupo composto apenas por homens. E vai dizer que você nunca achou “suspeito” um bando de homem indo morar junto no meio da floresta?

Vale a pena dar uma chance para ‘Merry Men’, um título interessante e de uma editora que foge ao padrão ‘Marvel e DC’, mas que também tem muito para oferecer ao público.

A série começou agora em junho e o segundo volume foi lançado há poucos dias. Não existem previsões de lançamento no Brasil.

 

Sobre Diego Antunes

Fundador do site, também colabora com postagens para o Série Maníacos com reviews de séries. Nutre um amor incondicional pela Marvel e é leitor ferrenho dos quadrinhos da casa das idéias desde os 12 anos de idade.

Veja Também

Indicação Nerd | Anime – Orange

Se você pudesse, mudaria seu passado? Anime e Mangá sempre foram vistos por muitos como …

  • Tieser Centeno

    parece ser boa mesmo… 🙂

  • Renné Francisco

    Esse tipo de trabalho parece que quase nunca é traduzido e trazido pra o Brasil. Iguais os bons filmes e séries com temática LGBT.
    País que vai voltando no tempo a passos largos. Credo.