Página Inicial / Indicação Nerd / Indicação Nerd|X-men: A Batalha do Átomo

Indicação Nerd|X-men: A Batalha do Átomo

Uma das melhores histórias dos X-Men desde…. bom, desde muito tempo. 

Sabe, acho que desde Era do Apocalipse e Dinastia M que eu não acompanhava uma história dos X-Men com tanto afinco. Battle of the Atom é a melhor saga dos mutantes em muito tempo e o motivo é bem simples: Eu finalmente consegui entender o que eu sentia quando lia lá nos primórdios da minha vida nerd e é essa a ideia por trás dessa maravilhosa retomada da cronologia.

Pra começar, estamos vivendo nesta saga os desdobramentos dos eventos ocorridos em X-Men Vs Avengers. [Resumo de A Vs X] Na saga, a Fênix (entidade) está voltando para a terra, tudo indica que ela quer refazer a linhagem dos mutantes que foi dizimada pela Feiticeira Escarlate em Dinastia M. Ciclope então decide que a melhor abordagem é entregar Rachel para a Fênix e ter o renascimento dos mutantes. Por outro lado, os Vingadores temem que a Fênix seja perigosa demais e estão dispostos a impedir que ela volte, aliados ao Wolverine. A saga [Spoilers] termina com Scott, Emma Frost, Colossos, Magika e Namor possuídos pela Fênix e tentando recriar o mundo em uma utopia. Eles são impedidos e Scott termina preso como um terrorista mutante e o professor Xavier, morto.


Já em ‘A Batalha do Átomo’ o Fera traz de volta os integrantes originais dos X-Men: Jean, Scott, Homem de Gelo, Fera e Anjo, para tentar relembrar aos membros do presente porque eles lutam. Tudo daria certo, mas os membros originais decidem que não querem voltar (depois de descobrirem tudo o que aconteceu com eles durante os próximos anos). E é aí que as coisas pioram para eles e melhoram para nós. Outra equipe dos X-Men vem do futuro para dizer que graças a esse desvio temporal as coisas estão de mal a pior. Sem falar que a S.H.I.E.L.D. também está louca com as brechas temporais criadas pelos X-Men. 


Essa história é boa, é nova e ao mesmo tempo saudosista. Quem acompanhou os X-Men desde muito pequeno conseguirá se relacionar bem com tudo o que acontece em Batalha do Átomo. Eu mesmo, que detesto o novo Ciclope passei a gostar mais dele depois de ver as duas versões interagindo. É fácil entender o porque ele fez tudo “errado”. A pressão de assumir um grupo não é pequena e a cisão entre os dois é grande. De um lado temos Wolverine e Kitty comandando a Escola Jean Grey e do outro temos Ciclope e Emma Frost com o novo grupo de mutantes.

Uma das coisas que eu não gostei, foi o abuso no traço ao estilo Mangá, principalmente nos membros dos X-Men do passado. Mas é um mero detalhe que não atrapalha em nada. 


Se você tem dúvidas, só observe esse painel acima e saiba que isso é uma referência direta ao primeiro número dos X-Men de 1963. Essa saga marcou o aniversário de 50 anos dos mutantes e fez com alto estilo.

Também foi a prova de que existem histórias boas dos X-Men para serem adaptadas e que não sejam os eventos grandiosos e completamente difíceis para desenrolar. Viagem no tempo é legal, Dias de um Futuro Esquecido também foi ótimo, mas com a situação atual dos mutantes no cinema, era mais fácil terem feito de Batalha do Átomo o novo carro chefe dos mutantes no cinema.

Então, fica aqui a indicação, acompanhem essa saga e me digam: Vale ou não a pena?

Sobre Diego Antunes

Fundador do site, também colabora com postagens para o Série Maníacos com reviews de séries. Nutre um amor incondicional pela Marvel e é leitor ferrenho dos quadrinhos da casa das idéias desde os 12 anos de idade.

Veja Também

Crítica|Mulher Maravilha – Terra Um

A Mulher maravilha pode ser a heroína mais icônica da histórias dos quadrinhos, mas é …