Página Inicial / Lista / Lista|Dia das Mulheres – 10 mulheres poderosas da ficção e do mundo real

Lista|Dia das Mulheres – 10 mulheres poderosas da ficção e do mundo real

Dia 8/03 é comemorado o dia Internacional da Mulher. Em homenagem as mulheres poderosas e empoderadas, da ficção e do mundo real, criamos uma lista para celebrar todo esse poder.

A luta do feminismo está cada vez mais presente no dia a dia, assim como a inserção de personagens e mulheres poderosas dentro do mercado de trabalho e na ficção. Diretoras, atrizes, super-heroínas, estamos vivendo em um mundo cada vez mais aberto para o empoderamento feminino.

Claro que ainda existem aqueles que optam por silenciar o movimento feminista, mas nós aqui do Gay Nerd Brasil decidimos celebrá-lo escolhendo 10 personagens reais e do mundo dos filmes, séries e histórias em quadrinhos, para comemorar o Dia Internacional da Mulher.

A proposta da lista começou com vários nomes, mais de 30 no primeiro rascunho, só para você ter uma ideia. Entretanto limitamos aqui pelo menos uma participação de cada mídia, tentando o máximo da diversidade em um único post. Sua favorita ficou de fora? Não se preocupe, este post receberá novas versões. Afinal, o feminino deve ser celebrado todos os dias. Não é mesmo?

Lembrando que a lista não segue uma sequência de TOP, por isso não existem colocações. Ok? Vamos lá!

Mulher Maravilha – Super Heroína

Simbolo do feminismo no mundo a Mulher Maravilha merece estar incluída, obrigatoriamente, em qualquer publicação a respeito da celebração da mulher. Diana, super heroína, já passou por bons e maus bocados nas páginas da nona arte, mas uma coisa sempre foi unânime, sua função social dentro do empoderamento de mulheres e meninas, de todas as idades.

Karol Conka – Cantora e Apresentadora

Karol Conka não é apenas um nome conhecido no meio gay e da música, ela também é um simbolo do empoderamento feminino e negro no país. Suas músicas como Tô na Luta e É o Poder tratam a respeito da vida como negra em uma comunidade racista, além dos desafios de ser uma mulher em um mundo machista. “Se é pra vencer deixa quem sabe fazer. Eu tô na luta, sou mulher.” 

Laverne Cox – Atriz

Mulher, negra e transsexual. Estamos falando de Lavene Cox, atriz responsável por trazer ao mundo Sofia, uma personagem que mostrou o sofrimento de mulheres transsexuais dentro do sistema penitenciário norte americano. Laverne sempre está buscando trazer a discussão do empoderamento e suas entrevistas são verdadeiras lições. 

Jessica Jones – Série

Jessica Jones foi a segunda mulher da Marvel a ganhar uma série, entretanto ela foi a primeira personagem heroína a ter seu espaço na telinha. Sua história trata, principalmente, sobre os reflexos do abuso sexual em uma mulher e dos traumas que a violência causam. A série, que ganhou sinal verde para a segunda temporada na Netflix, vem carregada de mensagens muito importantes e fogem do padrão “de super-herói” de filmes como Batman V Superman e Vingadores. 

Gabby Rivera – Autora

Gabby Rivera é a autora por trás de America, a nova série solo da Miss America Chaves, da Marvel e também de Juliet Takes a Breath. Porém ela não é apenas uma autora em um mundo quase totalmente dominado por homens. Rivera é lésbica e latina e tratou em seu primeiro número à frente de America do empoderamento e sexualidade da primeira personagem gay e latina a ter sua própria revista solo. 

Shonda Rhimes – Produtora/Diretora & Roteirista

Shonda está na boca de 9 entre cada 10 homens gays que acompanham o frenético mundo de seriados. Responsável por Greys Anatomy e How to Get Away With Murder, a produtora, diretora e roteirista preza, principalmente, pela presença de figuras femininas fortes e marcantes em suas produções. 

Elsa – Princesa Disney

Claro que não poderíamos deixar de lado uma das princesas mais relevantes criadas pela Disney – em muito tempo. Elsa quebrou o esteriótipo de que uma princesa precisa, obrigatoriamente, de um príncipe para ser feliz. Através de uma história sobre família e do amor entre irmãs, um dos maiores sucessos da Disney provou para muitos que mulheres não precisam de ninguém para alcançar a felicidade. 

Laerte – Cartunista

Considerada uma das artistas mais importantes na área, Laerte está aí provando que o mundo dos quadrinhos, mesmo o brasileiro, está sim preparado para mulheres empoderadas e com opiniões fortes. Transsexual, a cartunista e chargista é sem sombra de dúvidas figura de respeito na área. 

Emma Watson – Atriz

Emma Watson conquistou nossos corações ao interpretar a bruxa Hermione, na franquia de filmes Harry Potter. Muito mais do que a alma dos livros – e dos filmes – a atriz também trouxe para o mundo real discussões relevantes a respeito do feminismo e da figura da mulher na sociedade. 

Béyonce – Cantora

Não apenas uma diva cultuada mundialmente, Beyonce também é responsável por trazer, através de suas músicas, conceitos femininas e de forte empoderamento racial. Seu álbum Lemonade tratou da posição desfavorecida do negro na sociedade norte americana e com músicas como ‘Run the World (Girls)’ ela mostrou quem realmente manda. 

Faltaram vários outros nomes, mas muitos mesmo e contamos com a sua ajuda aqui nos comentários para ajudar na criação de várias outras listas centralizadas em celebrar cada uma destas mulheres, reais ou não. 

Sobre Diego Antunes

Fundador do site, também colabora com postagens para o Série Maníacos com reviews de séries. Nutre um amor incondicional pela Marvel e é leitor ferrenho dos quadrinhos da casa das idéias desde os 12 anos de idade.

Veja Também

Lista|5 produções que mostram o poder contra minorias

Notícias sobre retrocessos e o avanço do conservadorismo se tornaram quase que rotineiras. A ficção …