Página Inicial / Resenha e Crítica / Crítica - Série / Crítica|Preacher 2.03 – Damsels

Crítica|Preacher 2.03 – Damsels

Uma das principais críticas dos espectadores da primeira temporada de Preacher foi o ritmo lento dos episódios e a “demora” para que a trama engrenasse. Ao final, ficou compreensível o porquê da lentidão em alguns acontecimentos, familiarizando quem acompanhava a série com o universo de Preacher e tornando os rumos para a segunda temporada justificáveis.

Se On The Road e Mumbai Sky Tower começaram a nova temporada com o pé no acelerador, o terceiro episódio coloca o pé no freio para desenvolver alguns núcleos narrativos e retomar alguns outros.

Logo de início, revisitamos um personagem que estava sumido desde o último episódio da primeira temporada, o Cara-de-Cu (o lindinho Ian Colletti). Pra quem não lembra Eugene foi mandado para o Inferno – literalmente – e nada mais foi dito desde então. Aqui ficamos sabendo que o rapaz está em uma espécie de purgatório, revivendo infinitamente o pior dia de sua vida, quando ele deu um tiro na cabeça de Tracy e depois atirou em sua própria cara. Na temporada anterior estes acontecimentos são contados por Jesse (Dominic Cooper), mas a memória de Eugene mostra que a origem do personagem é um pouco diferente.

O retorno do Cara-de-Cu do Inferno é algo que será desenvolvido durante a temporada e que não cruzará o caminho de Tulipa e cia. tão cedo. Mas vai dizer que vocês não ficaram de queixo caído quando Eugene encontrou Hitler (Noah Taylor) no corredor do “purgatório”?

Hitler no Inferno

Voltando para o mundo dos vivos, o Pastor, o Vampiro e Tulipa estão a caminho de New Orleans em busca de Deus, com uma única pista: o nome de uma música de Jazz. Parece meio absurdo procurar uma entidade no planeta Terra sem saber por onde começar, né? E é mesmo, mas vamos ver até onde isso irá levar.

Uma busca que poderia parecer tediosa, já proporcionou cenas geniais, bizarras e hilárias, como quando o Pastor diz que está procurando Deus, e ele, Tulipa e Cassidy são apresentados a uma criatura no maior estilo Puppy. E a música favorita de Deus – A Walk to the Peak (Uma caminhada até o pico) – é traduzida como “gatos transando no aeroporto sob um caminhão de sorvete” por Tulipa.

Please Keep Semen Away From Fur

Enquanto Jesse busca Deus nos bares de Jazz, Tulipa e Cassidy vão para uma casa de Denee, um amigo francês do vampiro, mas que deixa bem claro não gostar dos visitantes. Conforme vimos no episódio anterior, Tulipa está sendo procurada por Viktor e esta percebe que se entregar pode ser a única saída de impedir que o Pastor e Cassidy sejam envolvidos em seu passado criminosos.

Neste novo episódio, é necessária atenção em alguns momentos, pois muitas coisas são mostradas e poucas coisas são ditas, como a aparição de Herr Starr (Pip Torrens), que pode ser considerado o antagonista desta temporada. Quem já leu as HQs, sabe que ele é o líder da organização O Graal e que dará muito trabalho para os protagonistas na busca pelo Todo-Poderoso. Em uma das cenas em que Starr aparece, podemos observar pastas sobre sua mesa, com os nomes de Pig e Jesse. Detalhes que serão importantes nos próximos espisódios.

Herr Starr

Então temos estas quatro linhas narrativas: a busca de Jesse por Deus, Tulipa sendo caçada por Viktor, O Graal atrás de Jesse e cia. e Eugene no purgatório. Vejamos como estes laços se desenrolam daqui pra frente.

Damsels começa a colocar as primeiras peças dos novos caminhos que serão percorridos na 2ª temporada, por isso fica a sensação de que “nada aconteceu” ou de que pouco foi mostrado, mas se pensarmos que é a respirada necessária para o que está por vir, então o episódio será visto com outros olhos.

Talvez um dos pontos negativos aqui seja a sequência organizada dos acontecimentos aqui. Os saltos de um núcleo para o outro pareceram bem bagunçadas, parecendo uma passista descendo um barranco em dia de chuva. E o ponto mais que positivo está sendo o carisma de Joseph “Joe” Gilgun como Cassidy, seja protegendo Tulipa de forma fraternal, arrancando risadas com seus modelitos bregas ou sugando sangue de algum desavisado no caminho.

Uma das principais críticas dos espectadores da primeira temporada de Preacher foi o ritmo lento dos episódios e a “demora” para que a trama engrenasse. Ao final, ficou compreensível o porquê da lentidão em alguns acontecimentos, familiarizando quem acompanhava a série com o universo de Preacher e tornando os rumos para a segunda temporada justificáveis. Se On The Road e Mumbai Sky Tower começaram a nova temporada com o pé no acelerador, o terceiro episódio coloca o pé no freio para desenvolver alguns núcleos narrativos e retomar alguns outros. Logo de início, revisitamos um personagem que estava sumido desde o…

Preacher

2.03 - Damsels

Nota

Novas peças são introduzidas para as linhas narrativas que serão desenvolvidas daqui pra frente, com alguns personagens novos e a busca do Todo-Poderoso.

User Rating: Be the first one !

Sobre Michel Furquim

Psicólogo, pós-graduando em Sexualidade Humana. Curioso e pesquisador nas áreas de sexualidade e relacionamentos. Aficionado pelo universo nerd, em especial HQs e Mangás.

Veja Também

Crítica|Planeta dos Macacos: A Guerra

Planeta dos Macacos: A Guerra é o terceiro filme do reboot inspirado na franquia iniciada …

  • Murilo

    alguém pode me responder por favor quem eram as figuras históricas além do hittler lá no inferno?