Página Inicial / Resenha e Crítica / Crítica - Filme / Crítica|Homem-Aranha: De Volta ao Lar (Sem Spoilers)

Crítica|Homem-Aranha: De Volta ao Lar (Sem Spoilers)

Eu faço parte da geração que viveu para ver 3 adaptações do Homem Aranha no cinema (e acredito que qualquer um beirando os 30 anos também, hehehe), então posso dizer que: SIM, temos o melhor Homem Aranha nas telonas, finalmente! Não temos o melhor filme, mas a melhor adaptação do personagem.

Logo que anunciaram a parceria da Marvel e Sony para introduzir o teioso no universo compartilhado confesso que fiquei com o pé atrás. O personagem já estava saturado, desgastado, e o último filme de Andrew tinha sido um desastre de crítica. Então tivemos a pequena, mas divertida, participação do Aranha de Tom Holland na “Guerra Civil” e respirei um pouco aliviado, mas ainda assim não estava totalmente convencido de que queria ver mais daquele que foi um dos primeiros responsáveis, juntamente com X-Men, pelo sucesso dos filmes de heróis no cinema. E ontem, depois de chegar na sessão de pré-estreia sem nenhuma expectativa, saí de lá com um sorriso no rosto e totalmente cativado pelo novo Homem Aranha.

Não é um filme redondinho, em alguns momentos o desenvolvimento da trama se torna lento e as cenas de ações não são memoráveis

Marvel e Sony criaram um ambiente totalmente novo para inserir esse novo homem aranha, e apesar de já termos visto Peter no colegial, essa nova franquia traz uma mistura inusitada que atualiza e se mostra condizente com a realidade atual, onde uma escola não é composta somente por pessoas brancas, magras, e “padrão”, onde as motivações do vilão se mostram verdadeiras e embasadas, e onde vemos realmente um adolescente interpretando um adolescente, descobrindo suas capacidades e valores diante das dificuldades que sofre nessa fase tão conturbada da vida.

Não é um filme redondinho, em alguns momentos o desenvolvimento da trama se torna lento e as cenas de ações não são memoráveis, mas a força desse “retorno ao lar” está no personagem central, que é totalmente cativante e tem um arco de crescimento e superação interessante e esperado para um super-herói de apenas 15 anos. Existem as piadinhas que já são esperadas em qualquer filme Marvel, mas que aqui se mostram justificáveis pela personalidade do herói e as situações que ele se envolve, existe a presença do Homem de Ferro atuando como um mentor de Peter, e nesse ponto quero dizer que estou muito aliviado que não pesaram a mão na participação de Tony no filme, e existe também a Tia May gostosona, uma novidade que a princípio gera uma estranheza, mas que ao longo da exibição se torna natural e mais um dos acertos do filme.

E falando de acertos do filme, o vilão é um deles. A escolha de Michael Keaton para viver o Abutre se mostrou (irônica? Birdman, really?) e perfeita para o papel, pois o ator traz o peso de uma boa atuação, uma figura que traz maturidade para o personagem, e com a ajuda de um bom roteiro, tem as motivações certas e “entendíveis” diante desse novo “status quo” da realidade, onde os Vingadores existem, extraterrestres são uma realidade, e uma calça para uma jovem de 16 anos custa mais de 300 reais. Ponto para o Homem Aranha que agora tem um dos vilões mais bem desenvolvidos do universo compartilhado Marvel/Sony.

O título do filme é literal, “De volta ao lar” simplifica aquilo que o filme quis transmitir para nós. Já era hora do teioso ter o tratamento que merecia, ser recebido de volta ao universo ao qual pertence e encaixado nele de uma forma tão bem feita como foi nesse filme, mas ainda assim se mostrando independente, autossuficiente e fiel a suas origens. Se vocês está com o pé atrás, não perca tempo e vá ao cinema mais próximo conferir. “De volta ao lar” traz o Homem Aranha de volta ao cinema, e aos nossos corações.

 

Eu faço parte da geração que viveu para ver 3 adaptações do Homem Aranha no cinema (e acredito que qualquer um beirando os 30 anos também, hehehe), então posso dizer que: SIM, temos o melhor Homem Aranha nas telonas, finalmente! Não temos o melhor filme, mas a melhor adaptação do personagem. Logo que anunciaram a parceria da Marvel e Sony para introduzir o teioso no universo compartilhado confesso que fiquei com o pé atrás. O personagem já estava saturado, desgastado, e o último filme de Andrew tinha sido um desastre de crítica. Então tivemos a pequena, mas divertida, participação do…

Homem-Aranha: De Volta ao Lar

Filme

Nota

Marvel e Sony criaram um ambiente totalmente novo para inserir esse novo homem aranha, e apesar de já termos visto Peter no colegial, essa nova franquia traz uma mistura inusitada que atualiza e se mostra condizente com a realidade atual, onde uma escola não é composta somente por pessoas brancas, magras, e “padrão”.

User Rating: 2.88 ( 2 votes)

Sobre Bruno Marcatto Maldonado

Médico e grande amante de entretenimento, seja qual for a mídia envolvida. Foi Editor Chefe do Guia das Séries durante três anos e Reviewer do Mundo das Séries.

Veja Também

Crítica|Lore 1.02 – Echoes

Quando o aspecto histórico é mais assustador do que a dramatização do episódio Lore é …