Página Inicial / Música / Música|Justiceiro – Trilha Sonora & Metallica

Música|Justiceiro – Trilha Sonora & Metallica

A Netflix disponibilizou no dia 22 de setembro o trailer da série: O Justiceiro, e aparentemente essa primeira temporada parece ser ainda mais violenta do que a primeira aparição do personagem em O Demolidor.

O serviço de streaming investiu novamente no Rock mais antigo – assim como fez na divulgação de Os Defensores – ao utilizar a música One, de 1988, como trilha sonora. Além do ritmo combinar muito bem com as cenas é possível perceber que a letra se encaixa no que nos foi apresentado do personagem, até o momento. Pensando nisso selecionamos cinco músicas do Metallica que poderiam ser utilizadas nessa temporada e que sintetizam um pouco do personagem.

O Metallica é uma banda de heavy metal formada em 1981 e tem como integrantes Lars Ulrich (bateria), James Hetfield (vocal e guitarra), Kirk Hammett (guitarra) e Robert Trujillo (baixo). Eles tem dez álbuns de estúdio sendo o Hardwired… to Self-Destruct o mais recente (lançado em 2016), o som da banda é bastante pesado e agressivo, mas também possui músicas com um ritmo mais tranquilo

Nothing Else Matters (The Black Album – 1992)

Vamos começar com a música romântica já que o Justiceiro anteriormente era conhecido como Frank Castle (Jon Bernthal) e tinha uma esposa e filha que amava muito, os momentos mais tranquilos dessa canção poderiam muito bem embalar as lembranças do Justiceiro e as batidas mais pesadas estariam conectadas com os momentos de raiva do personagem ao se lembrar de que as duas pessoas mais importantes da sua vida estão mortas.

Until It Sleeps (Load – 1996)

Essa música fala sobre uma dor que caminha junto com o personagem e o consome enquanto ele tenta lidar com esse sentimento tão avassalador ao mesmo tempo em que o vocalista e a melodia são pesadas e parecem carregadas de raiva.

St. Anger (St. Anger – 2003)

E por falar em raiva temos uma música que traduz muito bem esse sentimento e que se encaixa perfeitamente no personagem do Justiceiro, nesse caso o ritmo da música poderia ser muito bem aproveitado em mais algum trailer cheio de violência e ação antes da estreia da série ou até mesmo em algum ponto chave da primeira temporada.

Frantic (St. Anger – 2003)

Um ritmo frenético é o que eu espero dessa série e uma frase que se encaixa muito bem no personagem é: My Lifestyle Determines My Deathstyle (Meu estilo de vida determina meu estilo de morte) já que foi mostrado anteriormente que o Justiceiro vai tão longe nos seus objetivos que encara situações em que fica muito próximo da morte, outro trecho interessante e que parece se encaixar nessa temporada é o que diz:

Do I Have The Strength (Eu tenho a força)

To Know How I’ll Go? (Para saber como irei?)

Can Find It Inside (Eu consigo achá-la dentro)

To Deal With What I Shouldn’t Know? (Para lidar com o que eu não deveria saber?)

Could I Have My Wasted Days Back (Pudesse eu ter meus dias desperdiçados de volta)

Would I Use Them To Get Back On Track? (Eu os usaria para voltar aos trilhos?)

Pelo que vimos no trailer o personagem vai ter de lidar com situações que estão além do seu conhecimento e a julgar pelas rápidas cenas em que a Karen Page (Deborah Ann Woll) aparece e o envolvimento dos dois na temporada anterior do Demolidor fica o questionamento de se ele seria capaz de embarcar num relacionamento no mínimo saudável mesmo após viver tantos traumas, a parte dessa música que não se encaixa no estilo do Justiceiro é a que ele fala sobre medo.

Shoot Me Again (St. Anger – 2003)

E para encerrar temos essa música que infelizmente não tem clipe – fica a dica para a Netflix e para os fãs produzirem algo com as cenas disponíveis – a letra é simples e é facilmente relacionável com momentos icônicos do personagem:

Shoot me again (Atire em mim de novo)

I ain’t dead yet (Eu ainda não estou morto)

Shoot me again (Atire em mim de novo)

All the shots I take (Atire em mim de novo)

I spit back at you (Todos os tiros que eu tomo)

Justiceiro estreia no dia 17 de Novembro e todos os episódios estarão disponíveis, na Netflix. Neste mesmo dia publicaremos nossa crítica de toda a temporada. Fique ligado!

Sobre Angresson da Silva

Nascido em 88, ariano, meio diferentão devido ao ascendente em aquário e que adora conhecer novos animes, mangás, HQ’s, jogos, filmes e séries, sempre se preocupando com a representatividade em todas essas mídias. Ainda não formado, mas gosta de escrever suas opiniões e se auto intitula um Nerd Fajuto por não se identificar com os padrões de muitos Nerds.

Veja Também

Descobertas Musicais – Março de 2017

Confira nossas descobertas musicais de março.