Página Inicial / Resenha e Crítica / Crítica - Série / Crítica|The Crown – 2ª Temporada

Crítica|The Crown – 2ª Temporada

The Crown é uma série original Netflix que acompanha a vida da Princesa Elizabeth II (Claire Foy) até o momento em que ela se torna Rainha e muitas das situações que ela passa durante o seu reinado. A primeira temporada foca muito nessa transição brusca e nas mudanças que ocorrem na vida da Elizabeth e do seu marido o Philip Mountbatten (Matt Smith), isso gera uma série de problemas no seu relacionamento enquanto muitas questões políticas estão envolvidas, além de tudo isso a relação entre a Rainha e a sua irmã, Princesa Margaret (Vanessa Kirby), também é abalada.

A série é interessante não apenas por tentar mostrar mais de perto como é a intimidade da realeza britânica e como eles se relacionam, mas também pela qualidade estética e pela atuação de todos os atores envolvidos, além disso toda a política que existe em volta da família e dos que os rodeiam é tão forte que se torna impossível separá-la da vida pessoal.

A segunda temporada estreou no dia 08 de dezembro na Netflix e se inicia com uma retrospectiva onde relembra momentos importantes da temporada anterior sem se tornar cansativa mesmo tendo quase quatro minutos. Quando o episódio se inicia já possível perceber a preocupação com qualidade estética e sonora, a primeira coisa que chama a atenção é o estalar das madeiras do navio enquanto se move causando assim uma imersão ainda maior naquele ambiente, outro ponto que vale ressaltar é a interpretação da Claire Foy em contrapartida a o Primeiro Ministro Harold MacMillan (Anton Lesser) inicialmente não é muito convincente, mas conforme os eventos vão ocorrendo isso melhora.

Um aspecto interessante e positivo dessa temporada são os episódios que não são essencialmente focados na Rainha, mas em quem está ao seu redor como o Príncipe Philip e logo no segundo episódio à um diálogo interessante entre ele  e uma repórter, mas no decorrer da série, mesmo ficando um pouco de lado quando aparece é para fazer algumas contrapontos interessantes e para ter interações divertidas com a Elizabeth, mas no nono episódio que é dedicado a ele e a educação do seu filho é um dos mais chatos e fracos da temporada. Uma personagem que ganha foco em sua perspectiva é a princesa Margaret que por vezes se mostra irritante, mimada e com inveja da Rainha, mas é aquela personagem que deixa o espectador com o sentimento misto de amor e ódio pois mesmo com todos esses defeitos é possível entender o motivo da sua revolta por não querer levar uma vida que tolhe as suas vontades e onde ela é colocada em segundo lugar.

O quarto episódio é um dos melhores e vale a pena prestar atenção nos pequenos detalhes, transições e comparações entre o novo e o velho, tanto nos instrumentos utilizados, como a transição entre a câmera pequena e moderna para a câmera grande e antiga utilizada para fotografar a família real, além disso nele é bastante perceptível a intenção de mostrar o que é visto pela grande mídia e o que realmente acontece nos bastidores, além disso esse é um episódio bastante artístico e um dos melhores dessa temporada.

A segunda temporada tem ao todo dez episódios e é interessante perceber que mesmo não sendo o foco a Elizabeth aparece em todos de maneira significativa e assim como foi mostrado no trailer ela tem de lidar com um momento de transição entre os antigos hábitos da realeza enquanto tenta se adaptar a nova maneira como o mundo se comporta, esse é um aspecto bastante trabalhado no decorrer da história e a Rainha por diversas vezes tem de lidar com essas questões enquanto é criticada, porém em nenhum momento, nem mesmo nos mais íntimos ela se deixa abalar, existe inclusive uma cena onde ela é interrompida diversas vezes e fica calada até ter oportunidade de falar e quando o faz mostra ser uma pessoa inteligente e que não atura desaforos pelo fato de ser mulher, inclusive esse é outro ponto interessante a se destacar, as mulheres tem uma grande importância e profundidade sem necessariamente explicitar qualquer tipo de causa. Vale destacar também que a série mostra explicitamente que um personagem é bissexual e que possui relações abertas e poliamorosas.

Cada temporada de The Crown tem um espaço de 10 anos na história e devido a isso a atriz Claire Foy não estará mais na história, quem fará o papel da rainha Elizabeth II será a Olivia Colman que tem como trabalhos mais recentes a série Broadchurch o filme Assassinato no Expresso do Oriente, ela provavelmente participará da terceira e também da quarta temporada e se os planos do dono da Netflix (Ted Sarandos) derem certo ainda poderemos acompanhar  até a sexta temporada que tem a intenção de retratar os dias atuais.

The Crown é uma série original Netflix que acompanha a vida da Princesa Elizabeth II (Claire Foy) até o momento em que ela se torna Rainha e muitas das situações que ela passa durante o seu reinado. A primeira temporada foca muito nessa transição brusca e nas mudanças que ocorrem na vida da Elizabeth e do seu marido o Philip Mountbatten (Matt Smith), isso gera uma série de problemas no seu relacionamento enquanto muitas questões políticas estão envolvidas, além de tudo isso a relação entre a Rainha e a sua irmã, Princesa Margaret (Vanessa Kirby), também é abalada. A série…

The Crown

2ª Temporada

Nota

The Crown continua surpreendendo com uma enorme qualidade estética e sonora que ajudam a compor as cenas e contribuem de maneira primorosa para a história, além de contar com um elenco capaz de entregar grandes atuações.

User Rating: Be the first one !

Sobre Angresson da Silva

Nascido em 88, ariano, meio diferentão devido ao ascendente em aquário e que adora conhecer novos animes, mangás, HQ's, jogos, filmes e séries, sempre se preocupando com a representatividade em todas essas mídias. Ainda não formado, mas gosta de escrever suas opiniões e se auto intitula um Nerd Fajuto por não se identificar com os padrões de muitos Nerds.

Veja Também

Crítica|Cardcaptor Sakura: Clear Card Episódio 1 – Sakura e as Cartas Transparentes

18 anos depois, Sakura volta para mais uma vez encantar seus telespectadores  Sakura Card Captors, …