Página Inicial / Especial / Especial|Todos os personagens LGBTQ+ em séries de super-heróis

Especial|Todos os personagens LGBTQ+ em séries de super-heróis

A diversidade está cada vez mais explícita em produções adaptadas de histórias em quadrinhos, pelo menos na televisão.

Por enquanto a grande vencedora neste quesito é a DC, com a rede CW exibindo a maior quantidade de personagens gays, lésbicas e bissexuais. A Marvel, infelizmente, ainda não está tão longe neste quesito, mas também representa uma tímida participação nesta lista/especial. 

Antes de começar com a postagem, definimos o critério de seleção de maneira bem simples: qualquer personagem que já tenha aparecido, como fixo, regular ou participação especial, em um ou mais episódios, foi considerado. Existe uma breve explicação e também possíveis spoilers quando levamos em consideração o fator “surpresa” ou potencial saída do armário.

Fizemos o possível para não deixar nenhum de fora, mas caso você se lembre, este post poderá ser atualizado – e ele continuará recebendo novas adições conforme novas produções surjam. Lembrando que estamos falando de qualquer série adaptada, não apenas aquelas que carregam o selo Marvel e DC – Logo, Riverdale também foi incluída.

Também vale lembrar que não existe classificação e os personagens abaixo não seguem nenhuma ordem de preferência. 

Vamos lá?

Fear The Walking Dead (Victor Strand e Thomas Abigail)

Começando com Fear The Walking Dead, a série é um spin-off de The Walking Dead, o que a garante um espaço em nosso especial. A produção, atualmente na terceira temporada, tem dois personagens gays, até o momento.

Victor, antes do início do surto zumbi, era um empresário em Nova Orleans. Ele acabou sofrendo um golpe financeiro maciço depois de uma grande parte dos seus investimentos locais em Nova Orleans serem destruídos pelo furacão Katrina em 2005. Isso o levou a recorrer a esquemas de roubo de dinheiro. Uma das vítimas de esquema foi um empresário poderoso chamado Thomas Abigail. Thomas ficou impressionado com o esquema de Strand e, em vez de entregá-lo, iniciou uma parceria e eventual um romance com ele.

The Walking Dead (Tara Chambler, Alisha, Aaron, Eric, Denise & Paul “Jesus” Monroe)

Já na série mãe de Fear the Walking Dead, temos Tara Chambler, que tinha aspirações de se tornar uma policial e foi matriculada na academia de polícia de Atlanta.Em algum momento, ela havia começado a namorar uma garota chamada Sam, que, durante uma viagem de acampamento, um dia, revelou que ela tinha um namorado e não era lésbica, levado Tara a acreditar.

Depois do pós apocalipse, Tara manteve um relacionamento com Alisha, ex militar da marinha.

Outro personagem gay de TWD é Aaron.

Quando o surto começou, Aaron e seu namorado Eric, de alguma forma foram parar na Zona Segura de Alexandria, e até então, ele e Eric ficaram responsáveis de recrutar sobreviventes perdidos para sua comunidade.

Denise, após sobreviver ao surto, se refugiou na Zona Segura de Alexandria.

Paul Rovia, mais conhecido como Jesus, é um dos personagens sobreviventes principais da série de TV, The Walking Dead. Por sua barba e cabelo grande, segundo ele, seus amigos mais próximos o chamam de Jesus, por sua semelhança com Cristo. No episódio The Other Side, vemos Jesus conversando com Maggie e revelando parte de seu passado a ela, incluindo sua orientação sexual, gay.

Arrow (Sara, Nyssa, Curtis e Paul)

Em Arrow, série do Arqueiro Verde exibida pelo canal norte americano CW, tivemos a inclusão de Sara Lance, a Canário e futuramente Canário Branco, de Legends of Tomorrow. Por isso iremos falar apenas da passagem destas personagens e Sara irá aparecer mais uma vez quando falarmos de Legends.

Sara Lance, irmã de Laurel Lance, desapareceu quando o iate da família Queen naufragou próximo da ilha Lian Yu. Sara foi resgatada pela filha de Ra’s Al Ghul, Nyssa al Ghul, e ambas desenvolveram um romance. Sara, durante sua aparição em Arrow, se identificou como bissexual e até engatou um breve relacionamento com Oliver Queen. Nyssa, a filha do demônio, é apaixonada por Sara e não demonstra ser bissexual, mas lésbica.

Curtis (Mr. Terrific) e Paul surgem como primeiro casal gay de Arrow. Eles foram casados por um tempo, mas Paul decidiu pedir o divórcio depois de descobrir a vida dupla do ex marido.

Curtis, o super herói conhecido como Mr. Terrific.

Agents of S.H.I.E.L.D. (Joey Gurierrez)

A série dos agentes da S.H.I.E.L.D. foi a primeira série da Marvel a mostrar um homem gay, Joey Gutierrez. Joey é um inumano com capacidade de derreter metais. O personagem participou do grupo de Guerreiros Secretos, durante a terceira temporada da série.

Gotham (Renee Montoya, Barbara Kean, Tabitha Galavan, The Lady, Fish Mooney e Oswald Cobblepot/Pinguim)

Barbara Kean é bissexual e começa a série como par amoroso do protagonista, Jim Gordon.

Ela manteve um relacionamento com Renee Montoya, que é lésbica.

Barbara depois encontra a ‘Lady’, dona de um cassino ilegal. Ela e Barbara flertam e juntas montam uma aliança para torturar Gordon.

Tabitha Galavan, também conhecida como Tigresa, é irmã do antigo prefeito de Gotham, Theo Galavan. Ela também desenvolve um romance com Barbaran Kean.

Fish Mooney não se define exatamente como lésbica ou bissexual, mas sexualmente fluída. Ela demonstra sentimentos por Lazlo, mas também pede para ser seduzida por mulheres enquanto as entrevista para empregos em seu clube norturno.

Oswald Cobblepot, o Pinguim é a primeira versão gay do vilão. Ele demonstra a todo momento ser gay e até se apaixona por outro vilão, o Charada. Oswald também se mostrou obcecado por Jim Gordon durante a primeira temporada da série.

The Flash (Hartley Rathaway/Flautista, Capitão David Singh e Rob)

O vilão Hartley Rathaway, conhecido como o Flautista, aparece em The Flash e se identifica abertamente como gay. O personagem é extremamente competitivo com seu antigo colega de trabalho, Cisco Ramon.

Capitão David Singh é gay e desde o primeiro episódio da série menciona seu marido, Rob. Durante o crossover Crise na Terra-X ele aparece na igreja, sentado ao lado de Rob.

Jessica Jones (Jeri Hogarth e Wendy Ross-Hogarth e Pam)

Bom, este é o primeiro triângulo lésbico da Marvel, assim como a primeira representação de mulheres lésbicas na Casa das Ideias. Jeri é uma advogada, que contrata Jessica Jones para encontrar “podres” de sua ex mulher Wendy, já que ela está interessada em se divorciar para se casar com Pam, sua assistente.

Supergirl (Alex Danvers e Maggie Sawyer)

Alex Danvers é a irmã da Supergirl, Kara Danvers. Durante a segunda temporada da série ela começa a desenvolver sentimentos por Maggie Sawyer. Aparentemente Alex se identifica como lésbica, assim como Maggie, apesar de ter mantido relacionamento com homens no passado.

Dark Matter (Two / Portia Lin / Rebecca e Dr. Irena Shaw)

Two/Portia Lin/ Rebecca é revelada como bissexual durante a terceira temporada da série, baseada no quadrinho de mesmo nome. Ela fantasia beijar outra mulher em uma alucinação e depois desenvolve um relacionamento com a médica Irena Shaw.

Legends of Tomorrow (Sara Lance, Todd Rice, Guinevere, Cidadão Frio, Ray Terrill e John Constantine)

Sara Lance, que já aparceu aqui na lista em Arrow, é bissexual e manteve alguns relacionamentos em Legends of Tomorrow. Durante a primeira temporada da série ela demonstra estar sentimentalmente interessada em Leonard Snart, o Capitão Frio. Sara também desenvolve um romance com uma enfermeira, enquanto está presa no passado e com Guinevere, quando o grupo viaja para a época do Rei Arthur.

Todd Rice, conhecido como o herói Obsidiana, é gay e filho de Alan Scott/Lanterna Verde – que também já foi representado como gay nas histórias em quadrinhos. O personagem aparece em duas linha do tempo diferente, como jovem em 1942, interpretado por Dan Payne e depois mais velho, em 1982. Ele é um dos únicos sobreviventes da Sociedade da Justiça da América, após ser excluído de uma missão por conta de sua sexualidade.

O Cidadão Frio, cópia de Leonard Snart de outra dimensão, é bissexual e aparece flertando com Sara Lance quando o time viaja para a Terra-X. Contudo, ele mantém um relacionamento fixo com Ray Terrill, o Ray, super-herói com poder de manipulação da luz e introduzido também no crossover Crise na Terra-X. Ray Também tem uma série animada própria, Freedom Fighters: The Ray.

John Constantine já teve uma série sua, na NBC, por uma temporada. Entretanto, em sua própria produção o personagem nunca demonstrou ser bissexual, como é nas histórias em quadrinhos. Em um episódio de Legends of Tomorrow ele flertou com o Capitão Frio, Leonard Snart.

Lucifer (Lucifer Morningstar e Mazikeen)

Lucifer é o próprio diabo e, é claro, pansexual. O personagem já foi visto com homens e mulheres na cama e o próprio staff de escritores revelou que tanto ele, quanto a demônio Mazikeen, são pansexuais.

Riverdale (Kevin Keller, Moose Mason, Joaquin, Toni Topaz e Cheryl Blossom)

Kevin Keller, de Riverdale, baseada nos personagens criados pela Archie Comics, é abertamente gay – apesar de ter seus momentos no armário.

Ele teve um breve caso com o jogador de futebol Moose Mason.

Depois ele termina namorando Joaquin, um motociclista membro da gague ‘As Serpentes do Lado Sul’.

Toni é revelada inicialmente como bissexual e ela até beija Jughead, mas depois a personagem fala que se identifica como lésbica.

Cheryl também pode ser vista como bissexual. Ela teve um crush no Archie durante a primeira temporada e durante a segunda mantém outro crush, na sua amiga Josie.

Legion (Lenny Busker e Clark)

Lenny, intepretada por Aubrey Plaza, é exibida como bissexual durante a série, mas com algumas surpresas.

Clark, que aparece no primeiro episódio interrogando David, menciona que é casado com um homem e que tem um filho.

Runaways (Karolina Dean e Nico Minoru)

Karolina Dean é uma adolescente que brevemente mantém um quase relacionamento com seu amigo de infância, Chase Stein. Porém, ela assume que gosta de garotas e nutre sentimentos pela amiga, Nico Minoru.

Nico e Karolina se beijam e começam uma espécie de namoro. Nico, é exibida na série como bissexual, diferente de Karolina que manteve como trama seu desejo em ficar com meninas. Nico manteve um namoro breve com o também amigo de infância, Alex Ryder.

Black Lightning (Anissa Pierce / Thunder e Chenoa, Grace Choi)

Anissa Piecer, a Tormenta, é abertamente lésbica e assumida para sua família. Ela herdou parte dos poderes do pai, o Raio Negro. 

Seu pai e mãe conversam a respeito da filha estar passando a noite com a namorada, Chenoa.

Grace Choi, que ainda não apareceu na série (enquanto este texto está sendo feito), é lésbica e manteve um relacionamento com Thunder. Quando a personagem aparecer, iremos atualizar com informações oficiais.

E aí, esquecemos de algum? Não deixe de comentar abaixo. Assim que novos personagens forem surgindo, manteremos a lista atualizada.

 

Sobre Diego Antunes

Fundador do site, também colabora com postagens para o Série Maníacos com reviews de séries. Nutre um amor incondicional pela Marvel e é leitor ferrenho dos quadrinhos da casa das idéias desde os 12 anos de idade.

Veja Também

Pesquisa sobre representatividade LGBTTQ nas Histórias em Quadrinhos

Ajude nessa pesquisa! Desde que foi criada, a História em Quadrinhos já retratou (direta ou …